Arquivo | outubro, 2013

A Dieta do Cão – Capítulo 5

29 out

snoopy-pushups1

Eita que essa semana foi cheia de eventos, sô! Isso vocês já sabiam. E cumpri o cronograma direitinho: comi de acordo com a dieta todos os dias, na 4a à tarde levei bolinho pra aula de pintura (e minha querida professora fez um pão de queijo cheiroso demais, irresistível, mas comi um só), pizza à noite e depois fui comer besteira só no sábado, quando degustei um bolo maravilhoso e tomei prossecco à noite pra comemorar mais uma vez o aniversário. E paramos por aí com o certinho.

 

No domingo de madrugada, quando chegamos da night, eu passei mal. Minha pressão caiu, como não acontecia há alguns meses. Normalmente isso acontece quando estou em ambientes bem quentes, mas foi diferente dessa vez. Daí acordamos, tomei café e almocei dentro dos conformes, mas quando retornamos, o Ro serviu um pedaço do bolo de aniversário (minha prima estava aqui, e como ela não conseguiu ir no dia anterior, devido à problemas logísticos da boate, que prendeu meus convidados por mais de 1h30 na fila, ele quis comemorar com ela) e eu não resisti. Fui fraca. O bolo era o meu preferido, brigadeiro crocante. Comi um pedaço.

 

plaquette4

 

À noite fui encontrar outros amigos (alô, bichanos!) num barzinho. Tudo dentro dos conformes, mas me distrai conversando e, quando vi, os quitutes já haviam sido pedidos. Pensei: “amanhã volto ao normal, vou comer essa lula à dorê” e ME FERREI BONITO!!! Pressão despencou, não estava aguentando ficar no bar e estraguei a minha noite.

 

Resumindo: as escapadas no período de cruzeiro não valeram tanto a pena assim. A gordura atacou meu estômago de uma forma que não imaginei que fosse ocorrer. Não emagreci essa semana. 

 

Em relação a não ter perdido peso estou tranquila, essa semana será melhor, mas enquanto passava mal pensei muito em parar a dieta por ali. Eu ando muito de saco cheio da variedade de alimentos, não tem sido muita. Não sei se é porque eu cozinho em casa e acabo sempre nas mesmas opções, mas não tenho mais vontade de comer nada na hora do almoço nem no café da manhã. Tem sido assim:

 

– Café da manhã: leite + café + iogurte

– Almoço: sobra com ovo. Ontem foi salsicha.

 

Não tá legal essa variedade, os legumes acabaram e eu ando muito preguiçosa pra fazer um bom mercado. E eu acho que em qualquer dieta a gente tem que ter força de vontade para tudo, mas depois de um mês, que calhou em juntar com tantas festas, me deu essa canseira. Em contrapartida, fiz o que não estava conseguindo nas outras semanas: andei todos os dias e bebi bastante água. Palmas para mim! 🙂

 

Essa semana o desafio estará no piquenique que terei domingo. Tentarei ficar o mais regrada possível e fugir de tudo gordurento. Como sou eu que organizarei, tenho que me programar bem para não deixar o cansaço atacar o estômago e, consequentemente, a pressão. Isso também acontece muito!

 

peanuts-thanksgiving

 

Que minhas experiências ruins desta semana possam servir de exemplo para todo mundo que está de dieta. Não se deixem abater!

 

Até semana que vem! 🙂

Anúncios

A Dieta do Cão – Capítulo 4

22 out

A minha semana foi tão corrida que nem consegui postar nada entre um capítulo e outro da nossa saga canina!

Como havia dito, os desafios da semana passada eram:

– caminhar mais do que havia caminhado na semana anterior;
– beber mais água;
– não ceder aos encantos do buffet do casamento que fui no sábado.

20131022-114821.jpg

Então, em relação a água e caminhadas, eu falhei. Assim, eu caminho bastante, muito mesmo normalmente e água eu bebo muito de 2a a 5a, pois pratico bastante exercício no sapateado. No entanto, são 3 dias da semana em que eu falho nesse sentido: 6a, sábado e domingo eu acabo não bebendo água como devia. Sábado fiz 2h de sapateado, mas no domingo, quando costumo caminhar, não rolou por outros motivos.

E no casamento… Fui super bem! Não bebi nada alcoólico, fiquei nas proteínas (dava todos os trequinhos carboidráticos pro Ro e comia o peixe/carne, que nem criança). Aí você vai me perguntar sobre os doces. Eu sou brigadeiróloga, viciadíssima nesses docinhos maravilhosos e troco qualquer torta facilmente por eles. Resisti, mas comi. Quatro. Achei um bom marco para uma viciada! E vocês?

Mas a vida não tem sido fácil. O psicológico tem afetado bem mais o meu estômago, ou seja, aborrecimentos têm causado uma dor forte, que me faz sempre pensar em desistir. As ofertas de lanches rápidos não existem e tem hora que cansa. Meu tio, médico, recomendou Yacult e eu tomei actimel, para repor a flora intestinal, mas só tomei no domingo (esqueci que tinha feriado do comércio). Vamos ver se seguindo essa lógica a coisa vai. O intestino deu uma parada e comprei uns activias pra ajudar. Vamos ver…

Essa semana vocês sabem, tô ficando mais véia amanhã. E teremos pizza e bolo. Sim, pq eu mereço loreal! E sábado deve rolar uma biritcheeeenhas. De resto, o normal.

Ahhhh já ia me esquecendo de falar a perda de peso da semana! Não se empolguem. meio quilo apenas. Tá, melhor que nada, eu seeeei, mas podia ser 1kg, né? Bom, totalizamos em 3 semanas 4 kg perdidos. Faltam 4 kg + 5 semanas para a meta que me impus (- 8kg até 30/11).

That’s all, folks!

P.S.: Desculpem se a configuração estiver esquisita hoje. Estou escrevendo do aplicativo do celular, pq vim mudar o visual pra nova idade, mas não quis deixar de contar as novidades para as minhas colegas de trabalho ano sabático: vocês, leitoras queridas! ❤️

A Dieta do Cão – Capítulo 3

15 out

tumblr_inline_mrqvndFfkF1qz4rgp

 

 

Mais um capítulo da minha saga rumo a menos 8 kg – ou os que eu conseguir perder até 30/11.

 

No fundo, no fundo, eu queria perder 10kg, mas eu não sei se conseguiria ficar mais de 2 meses com uma restrição extrema a doces e massas. Admiro muito quem consiga, mas entrar Dezembro sem comer um docinho vai ser muita dó para a elefantinha aqui. Por isso, decidi agradecer aos quilos que perder até o fim de novembro e, a partir daí, ir para a manutenção, que é mais tranquila e vai me deixar comer frutinhas e ao menos um pão integral de manhã. Não estou falando com tanta profundidade porque não terminei este capítulo, mas vi que tinham estes dois “agrados”.

 

Muito bem. Confesso que as caminhadas obrigatórias não têm sido feitas rigorosamente (a dieta pede 20 minutos todos os dias), mas faço sapateado no mínimo 3x na semana e caminho religiosamente todos os domingos. Nos demais dias, se vou à rua tento dar um jeitinho de caminhar um pouco mais, mas não fico olhando no relógio pra saber se foi no tempo necessário nem sofro por não ter andado algum dia. Mesma coisa com a água: tem que beber 2 litros obrigatoriamente. Mas acho que já bebo bastante água, sinto muita sede, então também não fico olhando se estou bebendo certinho. Ok, regra é regra e não recomendo que ninguém faça como eu. Pelo contrário, fica aqui registrada a vontade de ser uma pessoa mais regradinha com a água e com as caminhadas na próxima semana.

 

Aliás, já aviso que na próxima semana, mais precisamente 4a feira, teremos um gap dukanesco. Meu aniversário, gente! E se eu tenho que ficar mais velha, que seja com sabor: de bolo à tarde e de pizza à noite! Contudo, tentarei ao máximo ser certinha nos horários anteriores. Ah! E um casamento sábado… como resistir aos doces?

 

Essa semana não tive dificuldade. Não senti fome, a irritação passou e o intestino está melhor. Neste fim se semana as extrapolações foram um carpaccio com um pouco mais de azeite do que deveria e talvez uma escapada num molho indevido, pois fui comer na casa da minha irmã e acabei entrando na onda (mas tentava pegar os que estavam embaixo sem molho).

 

Saldo: – 3,5kg em 14 dias! É felicidade que brilha no ar como uma estrela que não está lá. aaaaa. 😛

 

Dizem que no início da dieta você perde mais do que no fim, mas se eu continuar nesse ritmo de, vamos lá, 1 kg por semana, pode ser que até ultrapasse a meta dos – 8kg (se bem que teremos menstruações tenebrosas no caminho, que incham bem). Conto para vocês nos próximos capítulos.

 

Ah, e muito obrigada à meia dúzia de leitoras amigas que estão me acompanhando nesta saga! ❤

 

 

Eu de perfume

10 out

shhh

 

Perfumes deixam sua marca silenciosamente. Para o bem e para o mal. Quem nunca deu uma virada quando passou por alguém com aquele cheiro delicioso? E quem nunca virou esbravejando com aquele aroma horroroso que te deu náuseas?

 

Graças à Deus minha tolerância (nesse caso) não é 8 ou 80. Existem cheiros que realmente me fazem mal, inclusive penso se aguentaria os mesmos se estivesse grávida, mas não quer dizer que eu não suporte nenhum a ponto de não usar. Não consigo gostar de nada extremamente doce, mas de uma leveza pro amadeirado sim.

 

Resolvi dividir com vocês minhas opiniões sobre os perfumes da minha bancada. Adoraria se vocês dividissem as opiniões dos que usam comigo também!

 

foto

 

Abaixo falo dos Top 5 da bancada. Tem outros que gosto, mas não tenho, não tenho mais ou nunca tive. Aproveitei para falar um pouco da minha história com o perfume e também as descrições hilárias dos sites de vendas!

 

#5: Clinique – Happy

 

Minha história:

Não lembro exatamente em que ano, mas entre 2008 e 2009 eu estava realizando uma entrevista com uma advogada e ela estava com um perfume delicioso, suave, porém marcante. No final da entrevista, criei coragem e perguntei o nome. Usei muito durante um tempo, mas acabei deixando de lado quando comprei outros.

Notas:
Uva Ruby, Flor de Boysenberry Bush, Flor de Casamento Havaiano (no site da Clinique Brasil consta como toranja vermelha, bergamota, jasmim)

Estilo:
Fresco. Luminoso. Altez.

Bônus:

“Para a mulher moderna, chique e elegante”.

 

clinique happy

 

 

#4: Victoria’s Secret – Victoria’s Secret Angel

 

Minha história:

Um dos maiores desejos das mulheres consumistas (pleonasmo?) é estar nos Estados Unidos, especialmente em Nova York durante o Black Friday (uma determinada 6a feira que antecede o Thanksgiving, feriado para eles mais especial que o Natal, com grandes promoções no comércio). Tive a sorte de estar nessa época e ganhei muitos brindes nas lojas. A que eu me lembro ter sido o maior custo benefício foi a Victoria’s Secret, onde ganhei uma bolsa (bolsona mesmo, 70 dólares que constava na etiqueta) com vááárias amostras de perfumes e cremes. A anta aqui só deixou para experimentar quando chegou no Brasil e não deu outra: amei um dos perfumes, no caso o Angel, e tive que esperar uma amiga viajar para me trazer o frasco. Dei um tempo porque achei o fixador fraco.

Notas:

Espumante de Ameixa, Violeta e âmbar.

Estilo:
Sexy. Confiante. Ícone.

Bônus:

“Ganhe suas asas de superstar do anjo da Victoria Secret”.

 

frasco-do-perfume-victorias-secret-angel-1337726433147_300x300

 

#3: Chanel – Chance

 

Minha história:

Tem gente que gosta de ter seu cheiro e não mudar nunca o perfume. Já eu sempre acreditei que se existe uma variedade tão grande de perfumes, por que não dar chance a todos? Rs! E foi aí que em uma das viagens que fiz eu cismei de comprar um Chanel. Queria o número 5, mas eu nunca consegui gostar do aroma (podem jogar as pedras). Descobri o Chance e amei! Acho o fixador muito bom e uso quando quero me sentir sofisticada e business – embora o estilo descrito seja totalmente diferente!

Notas:

Almíscar Branco, Jacinto, Limão, Rosa Baie, Jasmim, Vetiver Fresco, Íris, Patchouli e Âmbar.

Estilo:
Ousado. Sensual. Imprevisível.

Bônus:

“Surpreendentemente feminino e ousado, com um toque de sensualidade. A fragrância de CHANCE é extraída do imprevisível”.

 

chance chanel

 

#2: Dior – Miss Dior

 

Minha história:

Tenho um carinho muito grande por este perfume e acho que até um certo resguardo em usá-lo. Eu ganhei esse perfume do meu marido, então noivo, um pouco antes do casamento e decidi que só o usaria no dia. É claro que sempre lembro disso quando o uso. Costumo colocar em festas e casamentos. Me sinto romântica, mais uma vez sem combinar com o estilo descrito pela marca. Aliás, em minha opinião, a Dior é uma das que tem os melhores fixadores. Consigo passar a noite toda e acordar com esse maravilhoso perfume!

Notas:

Frescas e cítricas notas de Cabeça de Mandarina da Sicilia, Laranja-de-sangue e Bergamota, Jasmim e Rosa Damascena. Essência de Patchouli Indonésio, Vetiver e Sândalo.

Estilo:
Intenso. Sensual. Sofisticado.

Bônus:

“Naturalmente elegante, Miss Dior tem a eterna sofisticação da mulher Parisiense. Romântica por natureza, inspira um amor intenso e divertido. Ela personifica a espontaneidade da alegria de viver das mulheres jovens dos dias de hoje, representando um tipo particular de liberdade e sedução”.

 

miss dior

 

 

#1: Dot – Marc Jacobs

 

Minha história:

Amor à primeira vista! Antes da febre felina entrar na minha vida, eu era (e ainda sou) apaixonada por tudo que tivesse joaninhas. Sempre quis ter um perfume do Marc Jacobs por considerá-los diferentes e ousados, e quando vi o frasco deste perfume, foi amor à primeira vista! Odeio perfumes muito doces e, pra minha sorte, ele era perfeito! O meu acabou há pouco, 30ml que duraram um ano. Saudade!

Notes:
Espumante de Frutas Vermelhas, Dragonfruit, Madressilva, Floral de Jasmim, Água de Côco, Flor de Laranjeira, Baunilha, Almíscar.

Estilo:
Chic. Enérgico. Otimista.

Bônus:

“Efervescente. Alegre. Surpreendente! Assim é DOT, uma overdose de sofisticação, criatividade e energia. Para a mulher com personalidade colorida e confiante que tem um certo charme cool. Ela é sempre surpreendentemente divertida”.

 

dot mj

A Dieta do Cão – Capítulo 2

8 out

Saudades, Coxinha!

 

Bem, amigos do Joinha Joinha!!!

Vamos celebrar, comemorar dukanemente, pois consegui completar a primeira semana da dieta!!!! 

 

homer

 

É claro que eu não vou fazer isso todas as semanas, mas vou dividir com vocês como foi esta primeira semana de dieta. Vamos lá?

 

Dia 1 – 3a feira

Normalmente aqui em casa 3a feira é dia de rapa: rapa tudo da geladeira porque na 4a feira a minha empregada vem e faz comida. No entanto, acabei almoçando fora e como era 1o dia de dieta (e estava sem o costume), comi salsichão grelhado + salada sem molho + panachê de legumes. Achei uma delícia! Levei a tarde numa boa e à noite fiz a misturinha que o livro indica de farinha de aveia + requeijão light + ovo. Ah, também andei os 20 minutos exigidos por dia pela dieta e fiz aula pesada no sapateado.

 

Dia 2 – 4a feira

Como comprei muitos legumes, a Lidinha, minha diarista, cozinhou quase tudo e eu fiquei sem graça de não comer (lembra que os primeiros 5 dias da dieta são sem legumes, para só depois alternar proteína + proteína e legumes?). Fui pra aula de pintura e o biscoito da vaquinha começou a flertar comigo. Me enchi de café e dei gelo no biscoito. Caminhei voltando para casa, a fim de fazer os 20 minutos obrigatórios e, quase chegando, um ciclista bateu em mim. Coitado, nem sabia o risco que estava correndo: eu + dieta + 1 litro de café + ele cheio de proteínas! Matei o sapateado (muita chuva e eu sou de açúc… er, quer dizer, aspartame) e descobri uma receita de panqueca americana dukan super legal. Comi minha cota e ainda sobrou.

 

Dia 3 – 5a feira

Comi um queijo branco horroroooooso! Tive vontade de chorar, sério. Almocei rapa: um bife que sobrou do dia anterior + um frango dessecado (era um frango à milanesa da semana anterior que eu tirei tooooda a milanesa pra comer). Tomei um balde de café + leite desnatado. Fui pro sapateado e panquequei à noite.

 

dukan

Dia 4 – 6a feira

Acordei com fome. O presunto começou a enjoar, terei que mudar pra peito de peru ou blaquet. A burr… er, desatenta da Lidinha congelou t-o-d-o-s os bifes e, na correria, acabei almoçando as panquecas mesmo com atum light + requeijão light (e dei um pouco pra Adele, minha gata, que me olhava com o mesmo olhar que dei pro ciclista aquele dia). Me virei bem com polenguinho à tarde e à noite fui pro japa e consegui ficar só nos sashimis – palmas para mim!

 

Dia 5 – Sábado

Prezado presunto: sai daquiiiiiiiiii!!!!!!!!! Iogurte grego light + café + leite. Fui pro sapateado. Almocei bife de ancho + linguiça. Fiquei com carne até os olhos! Pedi um café no restaurante pra tapear a sobremesa e ele veio com uma colher CHEIA DE DOCE DE LEITE URUGUAIO. Garçom gentil FDP!! À noite deu muita vontade de comer doce e fui de corpus. E muita água.

 

(Não, é claro que eu não comi a colher com doce de leite, dei pro meu marido! E tapei com um guardanapo na frente para não vê-lo comendo na minha frente…)

 

Dia 6 – Domingo

Hoje decidi que daria um basta na carne vermelha. Meu café da manhã foi café com leite e um polenguinho. Senti fome, claro, porque almocei super tarde e ainda fui andar na Lagoa. Comi um potinho de iogurte grego antes do almoço e fomos à feira comprar peixe para a semana. Almocei camarão com lula e salada. Na verdade a salada só entraria na 2a feira, mas eu ando sentindo muita falta e comi. No fim da tarde substitui a necessidade de um brigadeiro por um corpus e a pipoca do cinema por um café com leite e canela do Starbucks. Jantei panquecas + requeijão light + atum light + Adele me monitorando. Ah, novidade: virei “mayor” do meu banheiro no foursquare de tanto que tenho passado lá pra fazer xixi!

 

Dia 7 – 2a feira

Último dia de diário! Que ninguém aguenta mais, nem eu! Aê!!! Café + Leite + Queijo Minas do bom, da Vitalate, pq eu não quero nem chegar perto daquele outro. Fui almoçar na mamãe e, como esqueci de avisar sobre a greve de carne vermelha, comi um bife de Itu, enorme! Bifão e eu conversamos muito durante toda a tarde, quando tomei um cafezinho com polenguinho. E jantei o combo panquecas + comidas favoritas da Adele.

Observação: hoje, pela primeira vez em todos este dias, cometi um mini pecado: provei uma colher de chá do iogurte grego batavo da mamis. Não era light. Ah e nem foi um pecadão, né?

 

E aí? Quanto eu perdi em Kg?

 

tumblr_lt37c3hyoX1r489flo1_500

 

Perdi 1kg e 100 gramas. Confesso que fiquei meio decepcionada, achei que perderia mais, já que na semana anterior eu estava inchada por causa da menstruação. Bom, vamos ver essa semana, já que estou me programando para 7 dias sem carne vermelha.

 

Não me abandonem!

Costas nuas sim!

6 out

Vem cá, minha amiga da vida real, segura a minha mão e me responda: isso é féxion???

Oi, Seu Tião!

Oi, Seu Tião!

Bom, pode ser que esteja na moda e eu é que sou a desatualizada.

O fato é que blusas ou vestidos que foram feitos decotados são para mostrar as costas, e não tem nada mais bonito que este decote quando se pode usar.

Se o seu problema não são pochetes costais mas faróis acesos ou peitcholas muchibinhas, seus problemas acabaram!

Chegooooouuuu:

elástico sutiã

Super essa invenção, né?

Agora falando sério: eu sei que tem aqueles sutiãs que cruzam as costas inteiras ou que prendem na calcinha ou aquele creuzebeck que é tipo um adesivo nas costas (esse último eu nem vejo mais para vender), mas sei lá, acho todos desconfortáveis e quando vi a foto abaixo, achei engraçado, confesso, mas me parece bem confortável! O que vocês acham?

8283547396_37030a4d33_o 8283547164_7451f1a03d_o

E aí? O que vocês acharam? Só não vão se esquecer disso e colocar naquela noite especial… :))

Fonte: Extrapetite

Para quem você daria o último pedacinho?

6 out

“Que dó, que dó da formiguinha…”

No caso a formiguinha sou eu! Nessa dieta totalmente “no limite” e postando reportagem sobre chocolate. Mas a matéria é interessante e vale o post!

 

O último pedacinho vai para...

O último pedacinho vai para…

 

Segundo o site Comunicadores, com o objetivo de reforçar a assinatura “Dare to be tender” (“Atreva-se a ser mais doce”), a marca de chocolates Milka desafiou os consumidores franceses a oferecer a alguém o último quadradinho da barra de chocolates. Como? “Simples”: retirando este pedaço de 10 milhões de barras de chocolate ao leite, na linha de produção e “substituindo-o” por um código na embalagem. Seria uma forma de mostrar seu grande afeto por esta pessoa, já que o último quadradinho tem a fama de ser o pedacinho mais gostoso!

 

E antes que os nervosinhos pensem que isso é um absurdo, que os consumidores foram enganados pelo marketing da Milka: calma! A quantidade de chocolate original, indicada na embalagem, estava toda ali, mas em um formato diferente, que causava essa impressão. 🙂

 

 

E você? Daria pra quem esse pedacinho de felicidade?

 

%d blogueiros gostam disto: